sexta-feira, 20 de junho de 2014

Oração e a Lembrança



Reserva-se mais que um minuto
Em um diálogo secreto.
Um monte onde olhos não alcançam
Nem outras vozes escutam
“O que só nós dois discernimos”.

Derramo gotas tão sinceras
Como uma perfumada fumaça
Que afasta o ataque de outras feras
 – Distrações que ofuscam meu caminhar –
 Aquele instante de oração e a lembrança:

Que teus versos não fazem vacilar
Meus pés enquanto caminho na luz!
Na falta de fé, revela a graça e o perdoar, 
Em ser amado – revelado naquela cruz –
O amor que não morre com o passar do tempo!


17 / 06 / 2014