sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Na Orbita do silêncio...

Ouro Preto, Olinda, PE.


Na orbita do silêncio
As horas que te provam
Entre o vigor e o ócio
Ofícios que te renovam
A ocupação que reside na esperança

Antes que venha, o sono profundo
Existe a realidade a saborear
Tão árduo em nosso mundo
Com tempero que o sonho vem clarear
Por um verbo que ventila confrontando...

Naquele desfecho, desvincula antigas páginas,
Das rancorosas rotinas
Que procedíamos antes da verdade
Aqueles versos fizeram de fato
Tornar a existência, reconciliação, em um ato!

Nenhum comentário: